Vermelhidão, bolhas, inchaço e até descamação. Esses são os sinais clássicos de que o bebê está enfrentando uma assadura. A pele irritada causa coceira, dor e muito incômodo nas crianças e, claro, também acaba preocupando os pais.

Mas você sabe como evitar esse problema? Continue a leitura e descubra os cuidados básicos com a troca de fraldas para evitar as assaduras em bebês e outros problemas de saúde.

Assaduras em bebês: por que acontecem?

As assaduras são resultado de uma reação inflamatória da pele e geralmente são desencadeadas pelo contato com agentes irritantes, como a urina e as fezes, além do material da fralda descartável.

Outra causa das assaduras pode ser a alimentação da mãe, no caso dos bebês que ainda se alimentam do leite materno. Quando a mulher ingere alimentos muito gordurosos ou ácidos, esses itens afetam o leite materno, o que, por sua vez, acaba modificando o pH da urina e das fezes do bebê, criando um ambiente propício para as assaduras.

Embora essas sejam as causas mais comuns, é sempre importante ficar de olho, já que existem outros motivos que podem estar interferindo na saúde da pele do seu filho. Por exemplo: marca da fralda, alergia a determinados itens, medicamentos que o bebê ou a mãe estejam tomando, diarreia nas crianças, entre outros.

Como evitar a assadura em bebês?

Prevenir a assadura é a melhor maneira de deixar a pele do bebê saudável. E essa não é uma missão muito difícil. Existem algumas dicas simples que podem ajudar, como:

  • sempre higienize o bebê com algodão e água morna (só tome cuidado com a temperatura para evitar queimaduras);
  • evite usar papel higiênico, pois ele é capaz de agredir a pele sensível dos pequenos;
  • no banho, use apenas sabonete adequado para crianças. E se existir fezes, lave bem a região, pois limpar, apenas, pode deixar resíduos que sofrerão atrito e causarão a assadura;
  • não usar o mesmo dedo que tocou na assadura para pegar pomada. Use um cotonete e inverta o lado quando for pegar mais pomada. Assim você evita a contaminação do produto;
  • use fraldas indicadas para o tamanho do seu filho, considerando o peso dele e a idade, evitando que ela fique larga, tenha mais atrito e até acabe vazando;
  • quando for possível, deixe o bebê um período sem as fraldas para que a pele possa respirar;
  • troque as fraldas a cada 2 ou 3 horas, mesmo que o bebê não tenha feito nenhuma necessidade, para evitar deixar a região úmida;
  • para as meninas, limpe-as de frente para trás, para que a sujeira do bumbum não seja levada para a vagina e não cause uma infecção urinária.

Quais os principais cuidados durante a troca de fraldas?

Além da higienização, os pais de primeira viagem costumam ter muitas dúvidas sobre os cuidados durante a troca de fraldas. Pode usar talco? Quando aplicar a pomada de assadura? Como fazer a limpeza?

Talco

O talco é um assunto polêmico, já que muitos especialistas o recomendam com ressalvas. O grande problema está na forma como ele é aplicado. Isso porque o produto contém partículas muito pequenas que podem ser aspiradas pelo bebê. Mas é inegável o quanto ele ajuda a deixar a pele mais “sequinha” e evitar as assaduras.

Por isso, a recomendação é colocar o talco nas mãos, longe dos bebês, e depois espalhá-lo nas partes do corpo em que se deseja passar. Além disso, é claro, sempre busque por um talco específico para a idade do seu filho e que seja testado dermatologicamente.

Lenços umedecidos

Esse mesmo cuidado com a formulação deve ser mantido para a escolha dos lenços umedecidos. É essencial procurar por marcas e produtos de confiança e que sejam desenvolvidos para as peles sensíveis das crianças. O mais indicado são as versões hipoalergênicas e sem tanto perfume.

E, atenção, porque o lenço umedecido não substitui um bom banho com água e sabão na região. Então, pelo menos uma vez por dia, lembre-se de dar uma caprichada na limpeza do bebê, indo além dos lenços umedecidos.

Pomada contra assadura

Ao contrário do que muitos imaginam, a pomada contra assadura não deve ser usada em todas as trocas de fraldas. Ela é necessária quando for prescrita pelo pediatra ou quando o bebê já estiver manifestando algum tipo de assadura. Isso porque ela é um medicamento que age tratando a assadura e não prevenindo-a.

Para a prevenção, use os cremes preventivos de assaduras, que têm uma formulação diferenciada e ajudam a proteger e hidratar a pele do bebê. Esses, sim, podem ser aplicados a cada troca de fralda ou banho, sempre na pele limpa e seca.

A melhor forma de prevenção é a higiene adequada e constante da região, de preferência a cada 3 horas ou assim que o bebê fizer suas necessidades.

Passo a passo da troca de fraldas

Ainda está difícil fazer a troca de fraldas corretamente? Siga o passo a passo:

  1. prepare todo o espaço com o que você precisará antes de tirar a fralda do bebê. Deixe no trocador: água morna, sabonete líquido, lenço umedecido, fralda descartável, talco e pomada, se for o caso;
  2. retire a fralda suja e dobre-a, como se fosse fechá-la. Deixe a fralda suja dobrada embaixo do bumbum do bebê, para evitar que as fezes ou o resíduo de pomada sujem o trocador;
  3. passe um algodão com água morna ou o lenço umedecido para retirar os resíduos de urina e fezes. Sempre faça a limpeza no sentido dos genitais para trás, para evitar contaminações;
  4. além das fezes e da urina, retire totalmente os resíduos de pomadas a cada troca de fraldas. Faça isso com suavidade, sem friccionar demais a pele do bebê, que é mais sensível;
  5. enxugue bem todas as dobrinhas com uma toalha macia. Passe uma camada fina de pomada para prevenir assaduras ou aplique o talco;
  6. coloque a fralda e feche-a, tomando cuidado para não apertar demais e nem deixá-la muito solta. Para verificar se o bebê está confortável, passe o dedo indicador entre a fralda e a perninha.

Como tratar as assaduras?

Mesmo com todos os cuidados seu filho está com assaduras? Saiba que tratar desse problema não é muito complicado. As pomadas contra assaduras ajudam bastante.

Dê preferência para aquelas com nistatina e óxido de zinco. A primeira age combatendo os fungos e a segunda forma uma camada protetora entre a pele do bebê e a urina ou as fezes. Além disso, o creme ajuda a suavizar o atrito entre a pele e a fralda.

As pomadas podem ser aplicadas após o banho e as trocas de fraldas, depois que o bebê estiver limpo e seco. Se for para tratar uma irritação, a recomendação é que a aplicação seja feita, no mínimo, 2 vezes por dia. Os sintomas começam a regredir em 48 horas.

Lembrando que as assaduras costumam progredir. Por isso, ao primeiro sinal de irritação, procure combater o problema. E se nenhuma dessas dicas funcionar, não hesite em procurar orientação do seu médico.

Já sabe tudo sobre assaduras em bebês? Compartilhe nossas dicas com outros papais e mamães nas suas redes sociais!

Recommended Posts