Na hora da troca de fraldas, são muitas as dúvidas que os pais podem ter. Além das questões de higienização e tamanho da fralda, ainda é preciso considerar quais produtos usar, como talcos, lenços umedecidos e pomadas contra assaduras.

Será que esses itens precisam ser usados em todas as trocas de fraldas? Quais as indicações e contraindicações desses produtos? Como deve ser feita a aplicação de cada um deles – e em qual sequência? Se você compartilha dessas dúvidas, continue a leitura!

Talco

A principal função do talco é manter a pele do bebê limpa, seca e fresca, de modo a impedir que a umidade cause assaduras. Normalmente, esses produtos são feitos com amido de milho e óxido de zinco. Mas também existem fórmulas especiais para bebês que contam com glicerina, melhorando a hidratação da pele.

Um cuidado importante é com a forma de aplicação. Sempre coloque primeiro na sua mão (de preferência longe das narinas do bebê) e depois aplique. Isso porque o talco tem partículas muito pequenas que podem ser aspiradas pela criança.

Não se esqueça de procurar por um produto que seja indicado para as crianças, hipoalergênico e testado dermatologicamente, estando de acordo com a faixa etária do seu filho.

O talco deve ser usado na troca de fraldas após a higienização completa do bebê. Não é necessário usar a pomada contra assadura junto do talco. Se o seu filho não estiver com assaduras, o talco ajudará a evitar o problema e proteger a pele contra a umidade.

Lenços umedecidos

Os lenços umedecidos também são itens que causam muitas dúvidas nos pais. Em geral, eles são mais usados para a troca de fraldas fora de casa, quando é mais complicado usar o algodão com água morna e sabonete líquido.

Assim como os talcos, é de suma importância procurar por produtos que sejam destinados às crianças, de acordo com a faixa etária do seu filho. Também confira a formulação, dando preferência aos produtos hipoalergênicos, com pouco perfume e testados dermatologicamente.

O uso dos lenços é para a limpeza do bebês a cada troca de fraldas, tanto para retirar as fezes e urina aderida a pele, como os restos de pomada ou de talco.

Pomada contra assaduras

Aqui, existem dois tipos de pomadas: as que ajudam a prevenir assaduras e as que tratam as assaduras. Cada uma delas possui indicações diferentes e devem ser usadas em momentos distintos.

Caso o seu bebê já esteja com assaduras, o ideal é usar a pomada indicada pelo seu pediatra. A aplicação deve ser feita a cada banho ou troca de fraldas e o recomendado é usar o equivalente a um grão de ervilha na ponta do dedo, de modo a formar uma camada branca na região. Não se esqueça de sempre limpar a pomada que estava na pele do bebê antes de aplicar uma nova camada.

Já as pomadas de prevenção possuem uma formulação diferenciada, podendo conter manteiga de karité, vitaminas, camomila, macela, aloe vera e óleo de fígado. Juntas essas substâncias ajudam a hidratar a pele e prevenir as assaduras. Essas pomadas podem ser aplicadas a cada banho ou troca de fralda.

As pomadas contra assaduras, por outro lado, apenas devem ser usadas caso o bebê esteja com assaduras – e durante o tempo de tratamento. Normalmente elas são feitas com óxido de zinco e nistatina que combatem os fungos e formam uma película protetora na pele do bebê, além de suavizar o contato com a fralda.

A pomada ideal dependerá muito de cada bebê e de cada mãe. Algumas preferem as marcas com texturas mais grossas, que criam uma camada mais profunda de proteção, enquanto outras optam por aquelas que sejam mais fáceis de limpar.

Tanto a pomada contra assaduras como a de proteção devem ser sempre aplicadas na pele limpa e seca.

Depois de ler estas dicas, ficou mais fácil saber qual tipo de produto usar na troca de fraldas do seu filho? Ajude outros papais e mamães: compartilhe essas dicas nas suas redes sociais!

 

Recommended Posts